Pesquisador do Cern fala sobre Física de Partículas

Os docentes do Bandeirantes puderam assistir a uma exclusiva palestra sobre Física de Partículas, com o professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Sandro Fonseca de Souza. Durante mais de uma hora, ele explicou um pouco sobre a partícula Bóson de Higgs também sobre sua experiência no Cern (Organização Européia para Pesquisa Nuclear), que desenvolveu o acelerador de partículas gigante construído abaixo do solo, na fronteira da Suíça com a França.

Sandro fez pós-doutorado e agora é colaborador e pesquisador do CMS, um dos detectores do Cern que estuda os indícios da possível descoberta do Bóson de Higgs, também conhecido como “Partícula de Deus”. O contato com Sandro foi feito através do professor de Física Alexandre Magno que o conheceu durante a sua viagem ao acelerador de partículas.

Com o anfiteatro repleto de professores, Fonseca reconstruiu o histórico do modelo atômico e da Física de Partículas e ainda falou sobre o funcionamento do Cern, na Suíça. “Um ponto muito interessante que ele tocou foi da Física Médica. O Cern não foi feito somente para estudos de Física pura. Países têm investido em tratamentos de câncer através da emissão de partículas na célula maligna. É um método específico e que mata a célula cancerígena sem irradiar para o que tem ao redor”, explicou Alexandre.