Educadores visitam Inhotim

No mês de maio, um grupo de professores e coordenadores do Band organizou uma visita ao Instituto Inhotim, instituição de referência na Arte Contemporânea e detentor de um gigantesco jardim botânico. Localizado na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, a visita, que teve como objetivo apresentar aos professores o Instituto, também serviu para o estudo de possíveis visitações dos alunos. A Arte é um dos pilares acadêmicos do Bandeirantes, como instrumento de educação e auto-conhecimento; o Colégio investe constantemente em capacitações e experiências no campo.

inhotim_1_1

Inhotim caracteriza-se por oferecer um grande conjunto de obras de arte, expostas a céu aberto ou em galerias temporárias e permanentes, espalhadas por um ambiente de natureza presente e atuante nas obras e na paisagem, que conta com um grande e elaborado jardim botânico. Além disso, desenvolve também pesquisas na área ambiental, ações educativas e um significativo programa de inclusão e cidadania para a população do seu entorno, tornando a visita ao espaço muito mais que uma breve passagem por um museu. Seu acervo artístico abriga mais de 500 obras de artistas de renome internacional, enquanto seu jardim botânico conta com mais 1.400 espécies de vegetais naturais da área e implantados para o paisagismo.

inhotim_3

O Coordenador de Arte, João Epifânio Régis Lima, conta o quão rica foi a experiência de visitar o Inhotim em companhia do grupo de professores. “Acabou sendo uma imersão interessante ali: vários professores de arte visitando a exposição e trocando informações e experiências, de forma que todo mundo aprendia com todo mundo”, comentou.

inhotim_4

O Coordenador do Departamento Cultural Emerson Bento Pereira, que acompanhou a visita, confirma que já está sendo estudada a possibilidade de visita com os alunos ao Instituto, com sua primeira realização em 2014. A presença dos alunos, além de lhes garantir a experiência única de visualizar de perto as obras e a beleza dos jardins, é imprescindível para que se trabalhe a interdisciplinaridade entre essas duas áreas (Arte e Botânica), tanto de forma direta (presencial), quanto indireta (em sala de aula). “Inhotim oferece uma ocasião de exercício de interdisciplinaridade que é única; além de aprender sobre as duas áreas, o aluno pode estabelecer vínculos entre as obras e o ambiente e compreender esse diálogo” explica Régis.

Para conferir a galeria de imagens, clique aqui.