Debatendo sobre Escolas Sustentáveis

Com a crescente relevância do teor humanístico dentro do tema da sustentabilidade, é necessário cada vez mais que se crie o hábito de reflexão e atualização de conteúdo por parte dos educadores envolvidos no ensino desta questão.

Tendo isso em mente, as professoras Thais Bianco e Rosiani Telles compareceram ao II Congresso Internacional de Educação Ambiental dos Países Lusófonos em Cuiabá (MT), para entrar em contato com os maiores e mais importantes profissionais e pesquisadores do ramo.

O objetivo do congresso é sistematizar, socializar e discutir questões relacionadas às pesquisas e experiências inovadoras situadas no âmbito de temáticas relativas à Educação e descolonialidade dos saberes, práticas e poderes. “Percebemos que a questão dos Direitos Humanos estava muito presente nas discussões”, comentou Rosiani, sobre sua primeira vez comparecendo ao evento.

Além da sustentabilidade, o Seminário Educação 2013 tem como tema educação e descolonialidade dos saberes práticas e poderes, dentro do contexto de globalização das formas culturais, e da hegemonia de grandes corporações que englobam um processo comunicativo em favor de seus interesses. “Não há educação sem cidadania, ela é uma ação política”, explica.

As professoras dão destaque para a palestra do professor Alípio Casali, da PUC-SP, sobre currículo e cultura na relação (des)colonizadora. “O professor levantou temas bastante interessantes que nos fizeram pensar e debater muito à respeito”, comentou a professora Thais. Agora com a experiência e conhecimento trazidos do Congresso, a equipe do projeto Sustentabilidade visa poder incluir em seu currículo questões levantadas durante o evento e, quem sabe, até a visita do professor Alípio para conversar com os alunos. “Até sugerimos à equipe do Cidadania para abordar essa pauta durante o curso”, lembra Rosiani.