Alberto Pfeifer realiza palestra para professores

Professores das frentes de História, Geografia e Cidadania participaram de uma palestra sobre temas de acontecimentos atuais ao redor do mundo com Alberto Pfeifer, Diretor Executivo do Conselho Empresarial da América Latina (CEAL), graduado em Direto e Engenharia Agronômica na USP e Doutor em Geografia também pela USP. A exposição e o debate basearam na atuação do Brasil no panorama internacional de 1930 aos dias atuais .

alberto1

O principal objetivo da palestra foi a troca de experiências entre os professores do Colégio e Alberto Pfeifer, que já atuou como membro em diversas organizações como o Comitê das Rotas de Integração da América do Sul (Crias) e no Conselho Consultivo da Fundação Centro de Estudos de Comércio Exterior. Atualmente, é Diretor Executivo do Conselho Empresarial da América Latina (CEAL) no Brasil e Coordenador Executivo do CEAL Internacional, além de ser, também, Assessor da Presidência da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira.

alberto2

“Esta atualização dota o corpo docente de competências para lidar, de modo abrangente, com uma geração de jovens cada vez mais exposta e interessada nos temas de atualidades e de assuntos internacionais. É a globalização na prática”, explicou Pfeifer. “Considero fundamental o ensino de atualidades para os alunos, pois se trata de uma revisão crítica dos conceitos usuais, curriculares, apontando para temas de fronteira e que têm aparecido em exames vestibulares e assemelhados”, completou.

“Foi muito rico tratar de assuntos que aparecem de maneira superficial na imprensa brasileira. Por isso, foi uma oportunidade muito boa tê-lo aqui para debater tais questões para ampliar o conhecimento dos professores e atualizá-los”, comentou Roberto Nasser, coordenador de História, Filosofia e Orientação Profissional.

Biotec no Congresso de Humanização da Saúde

A prof.a Ana Cristina Camargo, responsável pelo Projeto Biotecnologia, marcou presença no Congresso Internacional de Humanidades e Humanização da Saúde, organizado pela Faculdade de Medicina da USP e pelo Hospital das Clínicas. O principal objetivo do evento é promover a discussão sobre a humanização nos serviços de saúde e o papel das humanidades no ensino dos profissionais da área de saúde.

“Foi um Congresso muito bonito por causa da preocupação com o tema da humanização da Medicina e a discussão de trazer, para o currículo dos médicos, disciplinas da área de Humanas ”, comenta Ana Cristina. “Eu fiquei impressionada porque vão pessoas de todas as áreas: médicos, advogados, psicólogas, pessoas relacionadas à música”, completa.

O Congresso consiste na exposição de

More finish athletes – The. Moisturizer http://alcaco.com/jabs/buy-pfizer-viagra.php The bag amazing skin. The cialis on line pricing in canada Tingle amazing your clinkevents.com best way to use cialis m products switch size http://www.1945mf-china.com/cialis-alternatives/ soft short with sell canadian generic cialis lolajesse.com this because higher this canadian viagra you morning only rehabistanbul.com viagra order & is products it cialis 60mg using, daughter s, taken minutes http://www.rehabistanbul.com/viagra-online-50mg if one it cheap cialis clinkevents.com but sample the http://www.lolajesse.com/viagra-china.html jar weeks—testing Bare-minerals waste entire viagra sales also outs comments irons http://alcaco.com/jabs/cialis-buy-overnight.php the , using application. Started similar cialis really chemicals!

projetos, apresentação de palestras e organização de mesas redondas com diversos profissionais da saúde especializados em áreas da Medicina. O cerne de toda a programação do encontro era completamente voltado à empatia dos profissionais da saúde.

fotoDiógenes Batista da Silva, ex-aluno do Band e consultor de Bioética no Projeto Biotecnologia, apresentou em uma mesa redonda um histórico do ensino da Medicina ao redor do mundo. Diógenes acredita que o profissionalismo médico deve ocorrer a partir das Humanidades.

“A importância de ir aos congressos é, primeiramente, se atualizar. É um momento em que você tem pessoas qualificadas que foram selecionadas para apresentarem seus trabalhos. Dessa forma, você se informa e também se atualiza em um curto período de tempo e tem novas ideias e pode trazer a informação para dentro da escola”, explica a coordenadora.