Prof. Régis comparece à Bienal de Veneza e Documenta de Kassel

Mergulhando fundo nas principais novidades do mundo da arte, o Coordenador de Artes, Filosofia e Sociologia, Régis Lima, visitou a Bienal de Veneza, na Itália, e a Documenta de Kassel, na Alemanha. Ambas as exposições internacionais são referências mundiais em arte contemporânea.

bienal_regis

Professor Régis

A Bienal de Veneza, principal mostra do mundo, teve este ano o tema “Viva Arte Viva” com o objetivo de mostrar obras de caráter coletivo. Assim, Régis conta que as obras eram feitas em conjunto por vários artistas ou ainda em parceria com o próprio público, lhes dando diferentes significados.

Já a principal característica da Documenta de Kassel desse ano, que teve como tema “Aprendendo com Atenas”, foi a intensa interdisciplinaridade, contando com obras produzidas por profissionais de diferentes áreas e mesas redondas onde os debates acerca de questões atuais eram o foco.

“Ideias como as que vi tanto na Bienal quanto na Documenta estão totalmente alinhadas com o novo caminho do Band onde a mistura de diferentes conhecimentos e o trabalho em grupo são valorizados”, explicou Régis.

Todo esse contato com a arte contemporânea permitiu que o Coordenador trouxesse novas ideias para as aulas de Artes, Filosofia, Sociologia e STEAM, relacionando as novas obras que conheceu com temas dados em sala, como por exemplo, o da identidade. “Nas duas mostras vi obras que poderiam ser conversadas nas aulas, tornando-as mais interessantes”, contou ele.

Com base na viagem, ainda foi organizada uma conversa com pais e professores na qual o Coordenador contou sobre o que conheceu e como essas novas ideias serão aplicadas nas aulas. “Foi muito bom porque os pais conheceram melhor nossa abordagem de algumas temáticas porque não é uma forma tradicional e nem previsível”, finalizou ele.